A ouvidoria é um canal de atendimento criado para aprimorar cada vez mais os nossos serviços, através de sugestões, elogios e reclamações. Para acessar o serviço de Ouvidoria você pode manifestar-se:

 

Pessoalmente

No setor de Ouvidoria, de segunda à sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 17h.

 

Via telefone

Você poderá ligar para o (47) 3274 3015 e falar pessoalmente com o setor de Ouvidoria.

  

Envio de correspondência

Hospital e Maternidade Jaraguá

Rua dos Motoristas de 1936, 120 - Jaraguá do Sul

CEP:89255-060
A/C Ouvidoria HMJ

 

Via Formulário

Ainda, poderá fazer o preenchimento do formulário disponível em vários pontos no Hospital e Maternidade Jaraguá, ou através do formulário abaixo.

 

Notícias

24 JUN 20

Bebê que ingeriu soda cáustica passa por tratamento inédito em Jaraguá do Sul

Um bebê de 1 ano e sete meses que ingeriu soda cáustica em Jaraguá do Sul foi salvo após passar por um procedimento que, até então, era inédito na cidade. A criança ingeriu o produto, que é altamente corrosivo, há cerca de dois meses, de forma acidental. Desde então, o caso era monitorado pela equipe do Hospital e Maternidade Jaraguá.

 

— Na tentativa de cicatrizar e curar a queimadura que a soda cáustica causa na mucosa do esôfago, o corpo faz uma estenose, que é o estreitamento da luz do órgão. Com isso, acaba ocorrendo uma dificuldade alimentar ao paciente. Para tentar reverter esse quadro, foi preciso dilatar e aumentar a luz do órgão com materiais específicos para que a criança possa voltar a se alimentar bem e não tenha risco nutricional no futuro — explica a gastroenterologista pediátrica Angélica Luciana Nau.

 

O nome do processo pelo qual o bebê passou é dilatação esofágica. O procedimento é considerado de risco, pois podem surgir complicações durante o processo, como a perfuração do esôfago do paciente.

 

Entre preparar o paciente, anestesiar e concluir o processo, a operação durou 30 minutos. A médica responsável pela endoscopia e a dilatação esofágica contou com o apoio de anestesista, radiologista, técnico em radiologia e enfermeiras. Os residentes em pediatria, do HMJ, também acompanharam o procedimento.

 

A criança recebeu alta no dia seguinte ao procedimento e a família confirmou que a criança está bem e já se alimenta melhor. O tratamento deve continuar por um longo período. Inicialmente, a previsão é que o paciente realize outras dilatações de esôfago no intervalo de algumas semanas.

 

— Conforme for melhorando e conseguindo se alimentar melhor, poderemos espaçar mais, mas o tratamento costuma ser prolongado — complementa a médica.

 

Em caso de ingestão acidental de soda cáustica, a pessoa não deve provocar o vômito porque, ao fazer isso, a substância passará mais uma vez pela mucosa e causará mais lesões. Ela também não deve beber água, já que o líquido aumenta a superfície de contato do produto agressor com os tecidos. A melhor solução é ir imediatamente para o hospital para o médico avaliar a extensão do dano.

HMJ na mídia
07 MAI 20

Hospital e Maternidade Jaraguá amplia número de leitos da UTI Pediátrica

Dez novos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Pediátrica foram entregues nesta quinta-feira (7), no Hospital e Maternidade Jaraguá, de Jaraguá do Sul. Os novos equipamentos vão reforçar o enfrentamento da Covid-19 na região da Associação dos Municípios do Vale do Itapocu (Amvali) para atender crianças a partir de 28 dias de vida.

 

O valor da obra de ampliação da UTI Pediátrica do Hospital foi de R$ 1,4 milhão. A cerimônia oficial de entrega dos equipamentos foi transmitida na página do Facebook do Hospital e Maternidade Jaraguá, na tarde desta quinta-feira.

 

Com a instalação dos novos leitos, o Hospital e Maternidade Jaraguá, que é referência em pediatria, atendimento a gestantes de alto risco, UTI Neonatal e Pediátrica, passa a contar com novos 10 leitos para atender o público infantil (até 14 anos e 11 meses) na cidade.

 

De acordo com o diretor técnico do Hospital Guilherme M. Sapia, a ampliação da ala de UTI pediátrica foi possível graças ao envolvimento de toda a comunidade, das empresas, poder público, médicos, funcionários e voluntários que contribuíram para a finalização das obras.

 

“Esse espaço tem infraestrutura de ponta, do que a gente considera de melhor na medicina, para dar esse suporte às nossas crianças de Santa Catarina. Quando tudo isso passar, porque vai passar, nós deixaremos esse legado para continuar atendendo a comunidade e o município por meio da nossa vocação no atendimento materno infantil”, afirmou.

 

O Diretor Executivo do Hospital e Maternidade Jaraguá Sérgio Luís Alves, lembrou das etapas que a unidade passou desde 1999, quando inaugurou sua primeira UTI pediátrica e agradeceu a todos que contribuíram para essa nova fase.

 

“Os bebês que aqui foram cuidados já têm 21 anos de idade. Isso nos dá uma alegria e a certeza que estamos cumprindo a nossa missão. Porque nesse lugar conseguimos enxergar o milagre da vida”, relatou.

 

Conheça os apoiadores e doadores que contribuíram para a ampliação dos leitos da UTI infantil:
- Acijs – Associação Empresarial de Jaraguá do Sul;

- Câmara de Vereadores de Jaraguá do Sul;

- Cooperativa de Crédito Sicoob Cejascred;

- Duas Rodas;

- Grupo de Voluntários do Hospital e Maternidade Jaraguá;

- Grupo Weg;

- Instituto Malwee;

- Prefeitura Municipal De Jaraguá Do Sul;

- Zanotti S.A.

 

 

 

 

HMJ na mídia
20 MAR 20

Weg e Zanotti doam R$ 122 mil para manutenção de respiradores do Hospital Jaraguá

Hospital e Maternidade Jaraguá recebeu na quinta-feira (19) a doação de R$ 86 mil da empresa Weg e R$ 36 mil da Elásticos Zanotti somando um total de R$ 122 mil que serão destinados para a manutenção de 15 respiradores artificiais.

 

Estes equipamentos poderão ser utilizados junto com outros 20 já disponíveis no Hospital para reforçar o atendimento nas Unidades de Terapia Intensiva (UTI) adulta e infantil. Os equipamentos garantem um reforço ao hospital para atender pacientes que possam ser atendidos neste período de pandemia do coronavírus.

 

O diretor executivo da unidade Sérgio Luís Alves, em nome do conselho administrativo do Hospital Jaraguá, agradeceu à classe empresarial que se sensibiliza com este momento de enfrentamento desta doença.

HMJ na mídia