VOLTAR PARA AS NOTÍCIAS
30 JAN 19

Música erudita encanta pacientes em Jaraguá do Sul

Familiares e pacientes internados no Hospital e Maternidade Jaraguá tiveram um dia diferente, nessa semana. Os sons dos instrumentos clássicos como o violino e outros instrumentos de corda invadiram os quartos e mudaram o dia de quem estava no hospital. São os concertos sociais do Festival de Música de Jaraguá do Sul que acontecem em vários pontos da cidade.

 

O programador de produção, Aldecir Luis da Rosa, levou a filha de três anos para tratar uma infecção e teve uma bela surpresa com as apresentações de um quarteto de cordas. “Estava muito estressado com o problema dela e a música ajudou a relaxar. Foi a minha filha que pediu para ver a apresentação e, quando começou a tocar, ela se acalmou”, conta.

 

O quarteto de cordas formado por músicos da Austrália se apresentou no Pronto Atendimento e no setor de Pediatria. E o reconhecimento veio com os aplausos dos pacientes. A violinista Julieta Marquez, de 28 anos, veio do México para participar do Festival. Ela tocou para as crianças e se emocionou. “Foi muito lindo para mim. Eu dei o meu melhor porque não sei quando elas vão voltar a escutar apresentações musicais. É sempre especial tocar, mas, desta vez, foi diferente, ainda mais melhor. A última peça, eu improvisei para que a apresentação ficasse ainda mais especial para as crianças”, destaca a violinista.

 

O diretor-artístico do Femusc, Alex Klein, acredita que os concertos sociais também são uma oportunidade para que os músicos aprendam mais sobre as pessoas e o significado de pensar no próximo “Os concertos sociais nos ajudam a lembrar que por mais que seja difícil tocar algumas obras de grande compositores, têm pessoas passam por dificuldades ainda piores. E isso nós dá para o músico um pouco de humildade. Quando um músico toca em uma escola, num hospital, numa penitenciária, lar de idosos, faz com que a gente aprenda sobre mais sobre as pessoas”, destaca.

 

Os concertos sociais continuam pela cidade. Nesta quinta-feira as apresentações serão realizadas novamente no Hospital Jaraguá. Já na sexta-feira, a música do Femusc chega para os idosos do Lar das Flores.

17 MAR 20

Hospitais definem protocolos para evitar ocorrências com o Coronavirus

Os hospitais São José e Jaraguá divulgaram nesta terça-feira (17) uma série de medidas visando assegurar tranquilidade a funcionários, equipe médica, pacientes e comunidade. Os protocolos orientam sobre o acesso às unidades hospitalares e quanto às visitas aos pacientes internados, com isto se ajustando aos procedimentos de segurança sanitária decorrentes da pandemia do Coronavirus (Covid-19).

 

Hospital e Maternidade Jaraguá

> Proibida temporariamente a visita de pessoas com mais de 60 anos;

> Pacientes internados, com mais de 60 anos de idade, não poderão receber visitas;

> Limitação de 1 visitante por paciente.

> Estão adiadas todas as consultas ambulatoriais eletivas a partir de 20 de Março, até nova determinação, exceto para procedimentos tempo sensível. Assim serão mantido os atendimentos pós-operatórios e follow-up. 

> Estão adiadas todas as cirurgias eletivas que demandem reserva de vaga em UTI, até nova determinação, exceto cirurgias tempo sensível, como cardíacas, oncológicas, etc.

> Está à disposição conforme solicitado 1/10 de nossa capacidade instalada de leitos de UTI exclusivamente para receber casos de COVID-19. 

> As medidas de triagem classificação e segurança também já estão implantadas e em fase final de maturação conforme as recomendações pertinentes ao nosso cenário atual.

> Procedimentos cirúrgicos eletivos de pacientes já agendados estarão passando por triagem fonada e presencial no momento da internação e não existindo suspeita de infecção serão mantidos, até segunda ordem. A recomendação aos médicos é de que na medida do possível posterguem temporariamente a realização de procedimentos, considerando sempre a segurança dos pacientes.    

HMJ na mídia
15 DEZ 19

Coral formado por colaboradores emociona durante Auto de Natal do Hospital Jaraguá

Um dos destaques do evento foi a apresentação do coral Mãos que falam, formado por colaboradores da unidade.

 

Os sentimentos de união e gratidão marcaram as apresentações do tradicional Auto de Natal do Hospital e Maternidade Jaraguá, que aconteceu na noite de quinta-feira (12). Um dos destaques do evento foi a apresentação do coral ‘Mãos que falam’, formado por colaboradores da unidade.

 

Eles interpretaram canções, em libras, que convidam à reflexão sobre o cuidado e o amor ao próximo. Depois, foi a vez do Coral Municipal emocionar a plateia. E para a alegria das crianças, a iniciativa contou ainda com a chegada do Papai Noel.

 

Durante a celebração, o pastor Ivanildo Laube, lembrou a todos sobre o verdadeiro espírito natalino. “Não é sobre nós. É sobre Jesus. Será que estamos dispostos a presentear Jesus com nosso coração e nossas ações? Talvez podemos dividir a ceia com quem precisa”, sugeriu.

 

Já o diretor administrativo do hospital, Sérgio Luis Alves, aproveitou a oportunidade para agradecer. “Essa noite é especial e esse momento pode ser traduzido em uma só palavra: gratidão”, resumiu.

 

Além de colaboradores, representantes do Conselho Administrativo, voluntários, e da comunidade em geral, o evento contou ainda com a presença do secretário municipal de Saúde, Alceu Gilmar Moretti, e do deputado estadual, Vicente Caropreso.

HMJ na mídia