11 OUT 19

Funcionários do Hospital Jaraguá se fantasiam de heróis para alegrar crianças atendidas

Como será que uma criança reagiria ao ver, bem de perto, um super-herói ou aquele personagem de desenho animado que tanto gosta? Provavelmente, com espanto e admiração, não é mesmo?


Mas, agora, imagine ela adoentada, precisando de cuidados médicos e, na véspera do Dia das Crianças, tendo que ser atendida em um hospital. A presença dessa mesma figura seria ainda mais impactante, certo?

 

Pois foi exatamente esse o presente que o Hospital e Maternidade Jaraguá deu aos pequenos pacientes, nesta sexta-feira (11).

 

Em homenagem à data comemorada no fim de semana, a unidade contou com atividades especiais e, para surpresa dos visitantes, todos os funcionários, enfermeiros e médicos se fantasiaram de super-heróis, fadas, princesas e muitos outros personagens do universo infantil, deixando os atendimentos mais lúdicos e repletos de emoção.
Além de contar com uma equipe inteiramente fantasiada, a sexta-feira no HMJ ainda teve entrega de kits para crianças em atendimento, pintura facial e fotos pelo hospital.

 

Já neste sábado (12), a programação segue também com bolo, contação de histórias, cinema na brinquedoteca e presença dos doutores Risos de Amor. No domingo (13), tem visita de super-heróis e dos Doutores Sementinhas.

 

Por fim, no próximo dia 17, ocorre uma palestra, na Comunidade Evangélica Luterana Apóstolo Pedro, sobre emergências pediátricas. Ela é aberta à população e as inscrições gratuitas podem ser feitas no telefone (47) 3274-3000.

HMJ na mídia
18 SET 19

Hospital Jaraguá faz procedimento inédito em paciente que sofreu infarto

A equipe do Hospital e Maternidade Jaraguá realizou mais um procedimento inédito na cidade.

 

A circulação extracorpórea, aplicada pelos médicos do setor de cardiologia da unidade, foi determinante para a recuperação de um paciente de 60 anos de idade que sofreu um infarto de grande proporção.

 

Conforme o cirurgião cardíaco Thales Cantelle Baggio, o ECMO foi utilizado para que o coração do paciente tivesse tempo de se recuperar do incidente.

 

“Usamos o dispositivo de oxigenação extracorpórea por membrana durante sete dias, nos quais o sangue era desviado para a máquina. O aparelho é responsável por oxigenar e bombear o sangue de volta para o corpo”, explica.

 

A tecnologia, considerada sofisticada, imita a função natural do coração e dos pulmões, permitindo que se poupe os órgãos enquanto a recuperação acontece.

 

Segundo Baggio, o paciente necessitou apenas de cirurgia para colocação e retirada das cânulas que o ligavam ao dispositivo.

 

Ele já recebeu alta médica e, agora, segue tendo os cuidados comuns indicados a quem sofreu um infarto.

HMJ na mídia