VOLTAR PARA AS NOTÍCIAS
20 DEZ 18

Católica SC e Hospital e Maternidade Jaraguá desenvolvem projeto com objetivo de rever processos

De um lado, conhecimento e estudantes comprometidos; do outro, um hospital que constantemente revê seus processos internos para atender melhor a população de Jaraguá do Sul. Assim pode ser definida a parceria entre a Católica SC e o Hospital e Maternidade Jaraguá. Durante todo o ano, professores e graduandos em Engenharia de Produção visitaram o hospital e analisaram seus processos, especialmente, no Centro Cirúrgico. O motivo é iniciar a implementação de uma cultura de Lean Health Care. "O Lean Healthcare traz ferramentas operacionais e métodos que ajudam a reduzir desperdícios, tempo de espera e melhoram muito o atendimento aos pacientes", destaca o diretor do hospital, Sergio Luís Alves.

 

Derivado do sistema de linha de produção da Toyota, o Lean Health Care pode, por exemplo, reduzir o tempo de espera e melhorar o atendimento na maternidade do hospital, responsável pelos atendimentos do SUS na cidade. "Estamos em fase de apresentação das ideias dos estudantes e até o fim do ano teremos um resultado das sugestões deles e do quanto o hospital já pode evoluir", destaca o professor Marcio Pereira, um dos coordenadores da iniciativa.

 

A parceria, em fase inicial, une os objetivos do hospital, os cuidados com a comunidade e aproxima os estudantes do mercado de trabalho. Para o reitor Diogo Benke, esta é mais uma ação da instituição com o objetivo de trazer um viés de empregabilidade, empreendedorismo e inovação.

 

"Nossa função, enquanto academia, é ajudar a pensar o futuro da educação. Temos que formatar uma base sólida e dar a nossos estudantes todas as ferramentas de que precisem para ingressar no mercado de trabalho", diz Diogo.

01 AGO 19

Comunicado

O Hospital e Maternidade Jaraguá é referência no segmento materno-infantil na região e busca, em todos os processos, um atendimento humanizado e de excelência, contando com profissionais capacitados e equipamentos de alta tecnologia. Diante da repercussão de um vídeo nas redes sociais contestando os protocolos da unidade no atendimento da gestante Z. V., 37 anos, a equipe médica esclarece que a situação está sob controle e seguindo os padrões normais, em casos de morte fetal. Conforme o diretor técnico, Dr. Guilherme Sapia, a mãe, que não precisou ser submetida à cirurgia graças ao protocolo de atendimento adotado, deve receber alta nas próximas 24 horas. O HMJ lamenta a exposição de seus pacientes, principalmente, em casos que exigem delicadeza e compreensão em virtude do sofrimento causado.

HMJ na mídia
02 MAI 19

Hospital Jaraguá inova oferecendo carrinho elétrico de brinquedo para crianças internadas

Levar uma criança para a cirurgia nem sempre é uma tarefa fácil. Não acostumada ao ambiente hospitalar, muitas vezes, ela pode se sentir assustada ao não compreender os protocolos e exigências que ajudam a garantir o sucesso do procedimento. Mas, deixando o momento um pouco mais lúdico tudo muda. E foi exatamente essa a aposta do Hospital e Maternidade Jaraguá ao adquirir um carrinho elétrico de brinquedo para o Centro Cirúrgico.

 

Nesta semana, a unidade colocou em funcionamento a ideia, que já é um sucesso. A bordo do veículo, no passeio inaugural, o menino Pietro Rafael Martins Somense, de apenas cinco anos, aprovou a novidade. "Ficou mais divertido", comentou.

 

O carrinho está sendo utilizado no trajeto entre a sala de preparo e a sala de cirurgia do HMJ. Além de aliviar a tensão das crianças, ele ainda deixa o atendimento mais humanizado, o que foi confirmado por Janice Aparecida Martins, mãe de Pietro. "Ele estava nervoso e se acalmou com o passeio", enfatizou.

 

A iniciativa foi uma sugestão do cirurgião cardíaco Thales Cantelle Baggio. Para atender a ideia garantindo a aquisição do equipamento, o grupo de voluntários do hospital repassou R$ 1.550 provenientes do Bazar do HMJ.

 

Juntamente com o passeio de carrinho, antes da cirurgia, as crianças também recebem um Certificado de Bravura. Ele atesta a coragem dos pequenos em enfrentar um procedimento cirúrgico.

HMJ na mídia
30 JAN 19

Música erudita encanta pacientes em Jaraguá do Sul

Familiares e pacientes internados no Hospital e Maternidade Jaraguá tiveram um dia diferente, nessa semana. Os sons dos instrumentos clássicos como o violino e outros instrumentos de corda invadiram os quartos e mudaram o dia de quem estava no hospital. São os concertos sociais do Festival de Música de Jaraguá do Sul que acontecem em vários pontos da cidade.

 

O programador de produção, Aldecir Luis da Rosa, levou a filha de três anos para tratar uma infecção e teve uma bela surpresa com as apresentações de um quarteto de cordas. “Estava muito estressado com o problema dela e a música ajudou a relaxar. Foi a minha filha que pediu para ver a apresentação e, quando começou a tocar, ela se acalmou”, conta.

 

O quarteto de cordas formado por músicos da Austrália se apresentou no Pronto Atendimento e no setor de Pediatria. E o reconhecimento veio com os aplausos dos pacientes. A violinista Julieta Marquez, de 28 anos, veio do México para participar do Festival. Ela tocou para as crianças e se emocionou. “Foi muito lindo para mim. Eu dei o meu melhor porque não sei quando elas vão voltar a escutar apresentações musicais. É sempre especial tocar, mas, desta vez, foi diferente, ainda mais melhor. A última peça, eu improvisei para que a apresentação ficasse ainda mais especial para as crianças”, destaca a violinista.

 

O diretor-artístico do Femusc, Alex Klein, acredita que os concertos sociais também são uma oportunidade para que os músicos aprendam mais sobre as pessoas e o significado de pensar no próximo “Os concertos sociais nos ajudam a lembrar que por mais que seja difícil tocar algumas obras de grande compositores, têm pessoas passam por dificuldades ainda piores. E isso nós dá para o músico um pouco de humildade. Quando um músico toca em uma escola, num hospital, numa penitenciária, lar de idosos, faz com que a gente aprenda sobre mais sobre as pessoas”, destaca.

 

Os concertos sociais continuam pela cidade. Nesta quinta-feira as apresentações serão realizadas novamente no Hospital Jaraguá. Já na sexta-feira, a música do Femusc chega para os idosos do Lar das Flores.

HMJ na mídia