VOLTAR PARA AS NOTÍCIAS
20 DEZ 18

Católica SC e Hospital e Maternidade Jaraguá desenvolvem projeto com objetivo de rever processos

De um lado, conhecimento e estudantes comprometidos; do outro, um hospital que constantemente revê seus processos internos para atender melhor a população de Jaraguá do Sul. Assim pode ser definida a parceria entre a Católica SC e o Hospital e Maternidade Jaraguá. Durante todo o ano, professores e graduandos em Engenharia de Produção visitaram o hospital e analisaram seus processos, especialmente, no Centro Cirúrgico. O motivo é iniciar a implementação de uma cultura de Lean Health Care. "O Lean Healthcare traz ferramentas operacionais e métodos que ajudam a reduzir desperdícios, tempo de espera e melhoram muito o atendimento aos pacientes", destaca o diretor do hospital, Sergio Luís Alves.

 

Derivado do sistema de linha de produção da Toyota, o Lean Health Care pode, por exemplo, reduzir o tempo de espera e melhorar o atendimento na maternidade do hospital, responsável pelos atendimentos do SUS na cidade. "Estamos em fase de apresentação das ideias dos estudantes e até o fim do ano teremos um resultado das sugestões deles e do quanto o hospital já pode evoluir", destaca o professor Marcio Pereira, um dos coordenadores da iniciativa.

 

A parceria, em fase inicial, une os objetivos do hospital, os cuidados com a comunidade e aproxima os estudantes do mercado de trabalho. Para o reitor Diogo Benke, esta é mais uma ação da instituição com o objetivo de trazer um viés de empregabilidade, empreendedorismo e inovação.

 

"Nossa função, enquanto academia, é ajudar a pensar o futuro da educação. Temos que formatar uma base sólida e dar a nossos estudantes todas as ferramentas de que precisem para ingressar no mercado de trabalho", diz Diogo.

30 JAN 19

Música erudita encanta pacientes em Jaraguá do Sul

Familiares e pacientes internados no Hospital e Maternidade Jaraguá tiveram um dia diferente, nessa semana. Os sons dos instrumentos clássicos como o violino e outros instrumentos de corda invadiram os quartos e mudaram o dia de quem estava no hospital. São os concertos sociais do Festival de Música de Jaraguá do Sul que acontecem em vários pontos da cidade.

 

O programador de produção, Aldecir Luis da Rosa, levou a filha de três anos para tratar uma infecção e teve uma bela surpresa com as apresentações de um quarteto de cordas. “Estava muito estressado com o problema dela e a música ajudou a relaxar. Foi a minha filha que pediu para ver a apresentação e, quando começou a tocar, ela se acalmou”, conta.

 

O quarteto de cordas formado por músicos da Austrália se apresentou no Pronto Atendimento e no setor de Pediatria. E o reconhecimento veio com os aplausos dos pacientes. A violinista Julieta Marquez, de 28 anos, veio do México para participar do Festival. Ela tocou para as crianças e se emocionou. “Foi muito lindo para mim. Eu dei o meu melhor porque não sei quando elas vão voltar a escutar apresentações musicais. É sempre especial tocar, mas, desta vez, foi diferente, ainda mais melhor. A última peça, eu improvisei para que a apresentação ficasse ainda mais especial para as crianças”, destaca a violinista.

 

O diretor-artístico do Femusc, Alex Klein, acredita que os concertos sociais também são uma oportunidade para que os músicos aprendam mais sobre as pessoas e o significado de pensar no próximo “Os concertos sociais nos ajudam a lembrar que por mais que seja difícil tocar algumas obras de grande compositores, têm pessoas passam por dificuldades ainda piores. E isso nós dá para o músico um pouco de humildade. Quando um músico toca em uma escola, num hospital, numa penitenciária, lar de idosos, faz com que a gente aprenda sobre mais sobre as pessoas”, destaca.

 

Os concertos sociais continuam pela cidade. Nesta quinta-feira as apresentações serão realizadas novamente no Hospital Jaraguá. Já na sexta-feira, a música do Femusc chega para os idosos do Lar das Flores.

HMJ na mídia
06 DEZ 18

Música e emoção embalam encerramento do Hospital Jaraguá

O Hospital e Maternidade Jaraguá encerrou o ano incentivando o reconhecimento do real espírito natalino. Durante a Cantata de Natal, funcionários, autoridades, parceiros, pacientes e voluntários se emocionaram ao som de canções natalinas apresentadas pela Orquestra Instituto Federal de Santa Catarina e o Coral Fundação Cultural Alemã, na noite da última quarta-feira, 5.

 

O diretor-executivo Sérgio Luís Alves considerou o momento como a união da família HMJ. “Como somos um hospital materno-infantil, acreditamos que todos os dias nasce um menino Jesus aqui dentro. Assim, mantemos sempre viva a esperança de que algo bom vai acontecer”, comentou. Ele ainda aproveitou para expressar gratidão à comunidade. “Desejamos que todos tenham um excelente Natal e um 2019 melhor e cheio de paz”, finalizou.

 

Na oportunidade, o capelão do HMJ e pastor da Igreja Evangélica Luterana, Ivanildo Laube, realizou uma cerimônia ecumênica e convidou o público a refletir sobre o nascimento de Jesus. “Parece que, nessa época, as pessoas ficam mais sensíveis, mais dispostas, mais sonhadoras. Há uma expectativa e um olhar diferente, um desejo de fazer coisas boas”, lembrou.

 

Quem fez questão de participar do evento foi a aposentada Maria Malheiro. Com 71 anos, ela se emocionou e cantou junto as tradicionais canções natalinas. “É tão bom termos saúde para participar e ouvir músicas que nos fazem lembrar do verdadeiro sentido do Natal e que mexem com o coração da gente”, enfatizou.

 

Ao final do evento, todos os presentes se posicionaram na escadaria do hall de entrada do HMJ em um momento de congraçamento. Eles cantaram juntos com a orquestra e o coral, fechando, assim, mais uma edição da Cantata de Natal da unidade.

HMJ na mídia
04 DEZ 18

Prestigie a Cantata de Natal do Hospital e Maternidade Jaraguá

Todo o encanto do Natal vai tomar conta do Hospital e Maternidade Jaraguá, na próxima quarta-feira, dia 5. A partir das 19h, a Orquestra Instituto Federal de Santa Catarina e o Coral Fundação Cultural Alemã estarão na unidade para embalar a Cantata de Natal. O evento, que é aberto a pacientes, colaboradores e público em geral, acontece no hall de entrada do HMJ e busca celebrar o real sentido da data.

HMJ na mídia