VOLTAR PARA AS NOTÍCIAS
26 NOV 18

Caminhada do Prematuro reúne cerca de 260 pessoas

A iniciativa, organizada em lembrança ao Dia Mundial da Prematuridade, envolveu cerca de 260 pessoas, que caminharam do HMJ até a Praça Ângelo Piazera chamando a atenção para a importância do tema.

 

Alegria, união, força, amor. Esses sentimentos estiveram presentes na Caminhada do Prematuro, realizada no último fim de semana, em Jaraguá do Sul, emocionando não só os participantes, mas todos que se depararam com a ação realizada pelo Hospital e Maternidade Jaraguá.

 

A iniciativa, organizada em lembrança ao Dia Mundial da Prematuridade, envolveu cerca de 260 pessoas, que caminharam do HMJ até a Praça Ângelo Piazera chamando a atenção para a importância do tema. No Brasil, cerca de 11% de todos os partos realizados são prematuros.

 

Geralmente traumático para mamães e papais, o nascimento antes das 37 semanas de gestação pode gerar danos irreversíveis à saúde da criança. Por isso, apesar de ser possível de ocorrer em qualquer gestante, ela deve ser evitada com cuidados que incluem os exames pré-natais, o controle de infecções e o combate à obesidade.

 

A caminhada do HMJ teve como objetivo enfatizar a necessidade da prevenção e, além disso, comemorar a superação das dificuldades ocasionadas pela prematuridade. A ação contou com a participação de pais, crianças, familiares e profissionais da unidade.

 

30 JAN 19

Música erudita encanta pacientes em Jaraguá do Sul

Familiares e pacientes internados no Hospital e Maternidade Jaraguá tiveram um dia diferente, nessa semana. Os sons dos instrumentos clássicos como o violino e outros instrumentos de corda invadiram os quartos e mudaram o dia de quem estava no hospital. São os concertos sociais do Festival de Música de Jaraguá do Sul que acontecem em vários pontos da cidade.

 

O programador de produção, Aldecir Luis da Rosa, levou a filha de três anos para tratar uma infecção e teve uma bela surpresa com as apresentações de um quarteto de cordas. “Estava muito estressado com o problema dela e a música ajudou a relaxar. Foi a minha filha que pediu para ver a apresentação e, quando começou a tocar, ela se acalmou”, conta.

 

O quarteto de cordas formado por músicos da Austrália se apresentou no Pronto Atendimento e no setor de Pediatria. E o reconhecimento veio com os aplausos dos pacientes. A violinista Julieta Marquez, de 28 anos, veio do México para participar do Festival. Ela tocou para as crianças e se emocionou. “Foi muito lindo para mim. Eu dei o meu melhor porque não sei quando elas vão voltar a escutar apresentações musicais. É sempre especial tocar, mas, desta vez, foi diferente, ainda mais melhor. A última peça, eu improvisei para que a apresentação ficasse ainda mais especial para as crianças”, destaca a violinista.

 

O diretor-artístico do Femusc, Alex Klein, acredita que os concertos sociais também são uma oportunidade para que os músicos aprendam mais sobre as pessoas e o significado de pensar no próximo “Os concertos sociais nos ajudam a lembrar que por mais que seja difícil tocar algumas obras de grande compositores, têm pessoas passam por dificuldades ainda piores. E isso nós dá para o músico um pouco de humildade. Quando um músico toca em uma escola, num hospital, numa penitenciária, lar de idosos, faz com que a gente aprenda sobre mais sobre as pessoas”, destaca.

 

Os concertos sociais continuam pela cidade. Nesta quinta-feira as apresentações serão realizadas novamente no Hospital Jaraguá. Já na sexta-feira, a música do Femusc chega para os idosos do Lar das Flores.

HMJ na mídia
21 JAN 19

Hospital e Maternidade Jaraguá recebe novos equipamentos

O Hospital e Maternidade Jaraguá (HMJ) recebeu, através do Sr. Wandér Weege no mês de Dezembro de 2018, dois aparelhos inovadores, específicos para cirurgias urológicas que possibilitam rápida recuperação aos pacientes e menos riscos aos procedimentos.


O Cistoscópio, de acordo com o urologista da unidade, Dr. Raphael L. V. Sampaio, é utilizado para realizar a cistoscopia, isto é, um exame endoscópico das vias urinárias, possibilitando a visualização da bexiga e uretra do paciente, auxiliando na avaliação correta de cada caso.


Já o Ureteroscópio Semi-Rígido, segundo o Dr. Lucas S. Galdino, urologista, é acoplado a uma câmera de vídeo e um monitor, permitindo o tratamento de cálculos no ureter, causadores das famosas cólicas renais, utilizando-se da fibra do laser. Através desse procedimento, é possível realizar cirurgias Endourológicas, ou seja, minimamente invasivas.


Dr. Raphael Lahr Vasconcellos Sampaio
CRM 15336

Dr. Lucas Sfier Galdino
CRM 24257

HMJ na mídia
14 NOV 18

Hospital e Maternidade Jaraguá promove caminhada para sensibilizar a população em relação à prematuridade

No Brasil, cerca de 11% de todos os partos realizados são prematuros. Esse percentual representa mais de 300 mil nascimentos prematuros a cada ano e colocam o país na décima colocação no ranking de nações onde mais nascem crianças antes das 37 semanas de gestação. Para colocar o tema em discussão e fazer um importante alerta à comunidade, o Hospital e Maternidade Jaraguá promove, no dia 24, uma caminhada em lembrança ao Dia Mundial da Prematuridade. A ação inicia no HMJ, às 9h, e passa pela região da cidade até a Praça Ângelo Piazera. Na local de chegada, haverá apresentação com música e dança, piscina de bolinhas, cama elástica e outras atividades recreativas.

 

A prematuridade, geralmente, traumática para mamães e papais, pode gerar danos irreversíveis à saúde da criança. Por isso, apesar de ser possível de ocorrer em qualquer gestante, ela deve ser evitada com cuidados que incluem os exames pré-natais, o controle de infecções e o combate à obesidade.

HMJ na mídia